Take a fresh look at your lifestyle.

Mães de menino, parem um minuto para ler esse desabafo

Uma mãe norte-americana está encantado a todos com sua maneira de ensinar os filhos homens a aprenderem a demonstrar sentimentos.

Jaime Primak Sullivan é mãe de três meninos, que recebeu muitas críticas depois de ir reconfortar um dos filhos, o Max de 8 anos, durante uma partida de baseball onde ele foi atingido pela bola.

A mãe resolveu fazer um desabafo que viralizou nas redes sociais.

“Eu vi tudo acontecer em câmera lenta. Vi nos olhos do meu filho a dor que ele sentia. Max olhava em volta tentando se concentrar e eu sabia que estava me procurando”, escreveu Jamie em seu perfil Facebook.

“Sentia que meus pés não se moviam rápido o suficiente. Assim que eu cheguei até ele, caímos de joelhos”.

Ela contou que abraçou o filho e já ouviu de um estranho a frase:

“Você precisa parar de mimar esse garoto!”.

Ela disse que naquele momento só pensava em acalmar seu filho e assim que percebeu que ele estava reconfortado, enxugou suas lágrimas e o incentivou a voltar ao jogo com as outras crianças.

Mas ao chegar em casa resolveu desabafar.

“Esta ideia de que os meninos nunca podem sofrer, que nunca podem sentir, é muito prejudicial para eles a longo prazo. Esse pensamento de que qualquer sinal ou gesto de carinho vai, de alguma forma, diminuir a sua masculinidade – essa pressão de sempre ter que encarar tudo – os acompanha até a idade adulta, quando eles precisam lutar para conseguir experimentar e expressar o amor e carinho. A única emoção que eles aprendem a expressar é a felicidade e então nos perguntamos por que eles estão sempre buscando isso.

Os meninos são ensinados que a tristeza é fraqueza, que falar sobre seus medos os torna menos do que de fato são. Eles têm medo de chorar.

Amar é um verbo. É algo que você faz. É algo que meu filho merece!

Eu sempre vou dar carinho e cuidar dele quando ele estiver machucando e minha oração é que ele sempre esteja aberto a receber amor para que possa amar em troca e manter esse ciclo “.

RELACIONADOS:
COMENTÁRIOS
Carregando...

Send this to a friend