Cidades históricas de Minas que você precisa conhecer

Mais do que realizar uma viagem para curtir um descanso, as pessoas têm procurado por roteiros que proporcionem uma experiência completa que inclua relaxamento, belas paisagens, boa culinária e pontos turísticos para visitar.

Reunindo todas essas características, um dos destinos nacionais que recebem um grande número de visitas todos os anos são as cidades históricas de Minas Gerais.

Apresentando uma variedade de locais para conhecer, uma das mais tradicionais e deliciosas culinárias do país e uma população extremamente receptiva aos turistas, viajar por Minas Gerais é voltar no tempo e se encantar com a história do Brasil.

Com opções bem acessíveis de acomodações e possibilidade de se comprar passagens com milhas, a viagem para o estado é uma excelente opção para quem deseja aproveitar muito e gastando pouco.

Fizemos uma lista com cinco indicações de cidades históricas para visitar em Minas Gerais. Confira:

Cidades históricas de Minas que você precisa conhecer

Ouro Preto

Um dos principais destinos escolhidos pelos turistas que visitam o estado, Ouro Preto guarda nas suas ruas grande parte da história brasileira do século XVIII e XIX.

Antiga capital de Minas e símbolo máximo do ciclo do ouro, a cidade já foi a maior aglomeração populacional da América Latina.

Parte da história do país é contada nas ruas e nos monumentos encontrados pelos turistas que visitam a cidade.

São suntuosas igrejas, belíssimos casarões, ruas de pedras coloniais e minas de ouro que preservam parte do Brasil no século XVIII.

Uma boa sugestão para os visitantes é percorrer a cidade a pé, conhecendo os pontos turísticos e fazendo uma imersão completa no ambiente colonial que a cidade possui.

Entre os pontos turísticos de destaque, estão o Museu da Inconfidência, a Igreja Matriz de N. S. do Pilar, a Igreja São Francisco de Assis, o Museu do Oratório e a Mina de Ouro Santa Rita.

Essas são algumas das opções de roteiro para os visitantes, além, claro, dos excelentes restaurantes de comidas mineira e contemporânea.

Se você vem de longe, uma excelente dica é procurar passagens para Belo Horizonte, já que Ouro Preto se encontra a somente 100 km de distância da capital mineira.

Além disso, caso vá ficar um tempo a mais na região, é possível aproveitar a viagem para visitar outras cidades no entorno, como Mariana, Congonhas e também o célebre Instituto Inhotim, localizado em Brumadinho.

Tiradentes

Proporcionando uma imersão completa no estilo de vida do Brasil Colônia do século XVIII, Tiradentes é uma das cidades históricas de Minas que mais se destacam entre os roteiros turísticos do estado.

Diferente de outras cidades, como Ouro Preto e São João Del-Rei, onde os centros urbanos atuais se misturam com as construções antigas, Tiradentes preserva de maneira única os casarões e monumentos coloniais.

A cidade mineira proporciona encontro com a história, boa gastronomia, artesanato, ecoturismo e eventos culturais que movimentam o cenário nacional do cinema e fotografia.

Com um charme ímpar, é possível se hospedar nas pousadas construídas nos antigos casarões coloniais por um preço acessível.

Entre os pontos turísticos que se destacam na cidade estão:

– a Rua Direita,

– o Museu de Sant’Ana, construído no antigo prédio da cadeia pública da cidade;

– a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, uma das mais velhas da cidade, com fundação em 1708;

– a Matriz de Santo Antônio, com uma decoração de tirar o fôlego, onde foram usados quase 500 quilos de ouro;

– e o Chafariz de São José, antigamente usado pela própria população da cidade para captar água potável.

Congonhas

Conhecida pelas grandes celebrações de eventos religiosos, como a Semana Santa, o Jubileu do Senhor Bom Jesus de Matozinhos e o Congado, Congonhas é uma daquelas cidades mineiras que guarda com muita tradição os costumes mineiros de receptividade, boa culinária e artesanato local.

Conhecida como a “cidade dos profetas”, Congonhas oferece, entre seus pontos turísticos, um dos mais célebres monumentos históricos e artísticos do país: o Santuário Barroco de Bom Jesus de Matosinhos.

A série dos doze profetas esculpidos em pedra sabão na entrada da igreja do Senhor Bom Jesus – produzidos durante o século XVIII e XIX por mestres do barroco brasileiro, como Aleijadinho e Manuel da Costa Ataíde – encantam qualquer visitante pela perfeição das esculturas.

O conjunto histórico é um bem tombado pelo IPHAN e, desde 1985, considerado Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade.

Em Congonhas, também é possível visitar as seis capelas conhecidas como Jardim dos Passos, que representa a Via Sacra e é composta por 66 imagens em cedro esculpidas por Aleijadinho.

Além disso, vale a pena conhecer a Romaria, Igreja de Nossa Senhora da Conceição, Igreja do Rosário, Museu da Imagem e Memória e Parque da Cachoeira.

São João Del-Rei

São João Del-Rei foi uma das mais importantes cidades do estado durante o período da extração de ouro no Brasil Colônia.

Essa relevância é demonstrada na opulência e beleza das construções históricas muito bem preservadas até os dias de hoje.

Nas ruas e monumentos da cidade, é possível encontrar um valioso patrimônio cultural e artístico do período colonial brasileiro.

Por ser uma cidade que se desenvolveu economicamente por meio de outras atividades além do turismo, São João Del-Rei apresenta um centro urbano em torno das construções históricas, o que torna a experiência de visita à cidade bem diferenciada.

Entre o movimento tradicional das pessoas que trabalham e vivem no município, encontram-se suntuosas construções coloniais.

Entre os pontos turísticos da cidade, destacam-se a Igreja de São Francisco de Assis; a Catedral Nossa Senhora do Pilar e o moderno Memorial Tancredo Neves, que, utilizando recursos digitais, narra a história do ex-presidente.

Um dos mais charmosos atrativos de São João Del-Rei é o passeio de Maria Fumaça até a cidade vizinha Tiradentes, no qual pode-se admirar a bela paisagem da serra de São José.

O percurso dura cerca de meia hora.

Há duas saídas diárias de quarta-feira a sábado, e uma no domingo.

Diamantina

Berço de grandes nomes da história nacional, como Chica da Silva e o presidente Juscelino Kubitschek, Diamantina é tombada como Patrimônio Histórico da Humanidade.

A cidade integrante do circuito Estrada Real guarda entre suas belezas um belíssimo conjunto arquitetônico e igrejas que retratam fielmente a riqueza da arte barroca no Brasil.

Além de seus pontos turísticos históricos, como a Capela Nossa Senhora da Luz e a Antiga Casa da Intendência, Diamantina é famosa pelos eventos culturais que movimentam a região e animam os turistas que visitam a cidade.

Se você vai visitar Diamantina, é imprescindível acompanhar uma das edições das serestas e a Vesperata, um evento em que os músicos se apresentam à noite, ao ar livre, nas janelas e sacadas de velhos casarões.

Outro local que chama muita atenção em Diamantina é o Mercado Municipal, que durante muitos anos foi rancho dos tropeiros e, atualmente, sedia anualmente a Feira de Produtores Rurais e Artesanato.

Diamantina oferece ainda opções de atividades de ecoturismo em suas belas paisagens e a oportunidade de saborear quitutes da culinária mineira nos tradicionais restaurantes da cidade.

COMENTÁRIOS
Carregando...