Quem chora assistindo filmes é o mais forte

Alguns dizem “manteiga derretida”, “chorões”, “sensíveis demais”, “emotivos em excesso” e até mesmo “emocionalmente frágeis”.

Todas essas expressões servem para definir aquela pessoa que sempre chora ao ver um filme triste ou muito bonito, quando o casal é separado pela guerra, uma criança é abandonada ou o cachorrinho fofo do filme morre.

Sim, numa primeira aproximação essas pessoas parecem sensíveis e frágeis, sem estômago para aguentar as coisas mais difíceis ou as notícias mais tristes.

Mas é aí que está o erro.

Pessoas que choram ao assistir um filme ou uma cena mais emocionante são, na verdade, as mais fortes.

Quanto mais lágrimas, maior a força

Os narcisistas e psicopatas são incapazes de se compadecer com o sofrimento alheio, e dificilmente são atingidos por emoções de outras pessoas, com problemas que não tenham nada a ver com eles.

São pessoas incapazes de enxergar as coisas pelo ponto de vista de outro, sendo este outro uma pessoa real ou um personagem fictício.

Aqueles que choram, com cenas reais ou na ficção, mostram uma empatia aguçada; ou seja, a capacidade de se colocar no lugar do outro. E isso implica serem pessoas mais tolerantes, compreensivas e com grande inteligência emocional, pois não precisam que algo aconteça com elas para que sintam os impactos daquilo, e as dores que são causadas.

Quem chora em filme tem maior chance de se destacar como um melhor líder e são indivíduos mais realizados e queridos por aqueles que os cercam.

Por isso, não sinta vergonha de derramar aquela lágrima quando assistir a um filme de drama ou mesmo assistir uma conversa emocionada ou um final feliz. Isso só mostra que você consegue sentir emoções, mesmo não sendo as suas. E, sejamos sinceros, o mundo precisa mesmo de pessoas mais empáticas e sensíveis.

Emoções nunca são um sinal de fraqueza ou instabilidade. Não deixe que ninguém diga o contrário.

Você costuma chorar muito em filmes?

Compartilhe essa dica! 

você pode gostar também
Comentários
Loading...