Irmã de Aécio Neves faz greve de fome no presidio e pede ao STF prisão domiciliar

Na condição de braço direito de Aécio e guardiã da imagem do político mineiro, Andrea Neves foi levada na tarde desta quinta-feira ao Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto após ser presa pela manhã, ser interrogada na sede da Polícia Federal (PF) e passar por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), em Belo Horizonte.

Localizado na zona Leste da capital mineira, a penitenciária foi reformada em 2009, durante o governo de Aécio Neves. Segundo informações de agentes Andrea recusou a comida do presidio e não para de dizer que o irmão é inocente, que o mesmo foi vitima de uma cilada.

O advogado de Andrea, Marcelo Leonardo, não quis comentar sobre a condição emocional de sua cliente. Ele disse que os policiais apreenderam na casa dela dois celulares e um computador. Segundo o colunista do GLOBO, Lauro Jardim, ela intermediou um encontro entre Aécio e Joesley Batista no início deste ano, ocasião em que o tucano foi gravado solicitando uma ajuda de R$ 2 milhões ao empresário para custear sua defesa em processos da Lava-Jato.

você pode gostar também
Comentários
Loading...