8 sinais de câncer em cães que os donos os não podem ignorar

A doença do século, dizem os especialistas, é o câncer. É claro que todos nós evitamos falar de doenças e tudo mais, mas essa é especialmente grave, já para não falar que é a principal causa de morte entre nossos amiguinhos patudos. Segundo o veterinário oncologista Dave Ruslander, cerca de 50% dos cachorros com mais de 10 anos, desenvolvem uma forma de câncer.

À medida que o corpo envelhece, torna-se muito mais vulnerável às doenças. Hoje trazemos-lhe alguns truques para que possa manter seu canino o mais saudável possível, durante mais anos. Além de uma dieta saudável, exercício físico adequado à idade do seu patudo, a estimulação mental com brinquedos de quebra- cabeças e novas experiencias, mantêm seu animal de estimação saudável.

Se você suspeitar que seu amiguinho tem algum problema, consulte seu veterinário!

Tumores, inchaços misteriosos e crescimentos incomuns

8 sinais de câncer em cães que os donos os não podem ignorar

Embora seja provavelmente o primeiro sintoma em que você pensa quando ouve a palavra “câncer”, tumores nem sempre são cancerosos. Como a idade, os cachorrinhos são mais propensos a desenvolver depósitos de gordura benignos. Mas alguns tumores podem ser malignos, e os tumores podem sinalizar câncer de pele, câncer de mama e outros tipos de doenças.

Você pode executar um “prognóstico” mensal, para manter o controle de protuberâncias do seu canino. Isto é especialmente importante para patudos mais velhos que desenvolvem crescimentos benignos o by Advertisement” href=”#23943043″> tempo8 sinais de câncer em cães que os donos os não podem ignorar todo. Com a prática, você provavelmente aprenderá a dizer a diferença entre um depósito de gordura benigno e um crescimento mais preocupante. Mas se um novo caroço ou protuberância se desenvolve, é boa ideia verificar o caso com o seu veterinário.

Feridas que não curam

8 sinais de câncer em cães que os donos os não podem ignorarComo tumores, feridas persistentes podem ser sinais de crescimento celular anormal no sistema do seu peludinho. Geralmente, uma pequena ferida ou lesão deve cicatrizar ao longo do tempo, com sinais visíveis de cicatrização (isto é, formação de crostas e crescimento da pele e do pelo). Se o seu animal de estimação tem uma lesão recorrente ou ferida que teima em não curar, é hora de fazer uma visita ao veterinário.

Claudicação súbita

8 sinais de câncer em cães que os donos os não podem ignorarClaudicação é uma mudança na marcha regular do seu amiguinho. Pode apresentar-se como ternura e dor sutil, mancando ou favorecendo um membro, ou em casos graves, a incapacidade de colocar qualquer peso sobre o membro. Basicamente, claudicação é sinônimo de dor e pode ser uma indicação de câncer ósseo, particularmente em cachorros mais velhos.

Não precisa entrar em pânico sobre cada pequeno engate no caminhar do seu peludo (especialmente se ele é um cachorrinho mais velho e tem artrite), mas claudicação súbita e persistente deve ser avaliada por um veterinário.

Perda ou ganho de peso rápido e inexplicável

A perda de peso é um sinal particularmente comum de câncer canino e pode indicar um tumor gastrointestinal que é indetectável se não for realizado um exame específico. Se o seu canino começar a perder peso rapidamente, se o apetite mudar, procure um veterinário o mais rápido possível.

Aumento repentino de peso ou inchaço também pode ser um sinal de câncer. Se o seu patinhas mantém o seu apetite regular, mas parece ganhar peso rapidamente, é hora de fazer um check-up.

Secreção ou sangramento anormal

A descarga ou o sangramento anormais em qualquer lugar no corpo é causa de preocupação, mas este sintoma do câncer do cão é o mais visível. Corrimento ocular ou um súbito sangrento pelo nariz pode indicar certos tipos de câncer de pele ou olhos.

Da mesma forma, feridas e sangramentos pela boca podem ser um sinal de tumores orais, que muitas vezes não são detectados porque as pessoas assumem a descarga e o odor como um sinal normal de envelhecimento. Embora mau hálito seja comum em cachorros mais velhos, o odor incomum, a descarga ou sangramento são motivos de preocupação.

Letargia

8 sinais de câncer em cães que os donos os não podem ignorarPatudinhos velhos diminuem a velocidade. É um fato infeliz mas inevitável da vida dos nossos amados. No entanto, uma súbita e inexplicável falta de energia, aquilo a que chamamos letargia, pode ser um sinal de doença.

A letargia é diferente do cansaço resultante da idade. Letargia altera o nível de entusiasmo do seu pet. Eles podem de repente perder o interesse em um brinquedo favorito ou atividade, ou deixar de se levantar e cumprimentá-lo quando você volta para casa após um dia de trabalho. Outros sinais de letargia podem incluir sono excessivo e respostas atrasadas aos estímulos visuais e auditivos.

A letargia é um sintoma geral de uma ampla gama de problemas, de modo que não sinaliza automaticamente o câncer. Mas se o seu canino de repente é muito menos ativo do que o habitual, algo pode estar acontecendo.

Fezes incomuns

8 sinais de câncer em cães que os donos os não podem ignorarVocê conhece o seu cachorro, é você que o passeia todos os dias. Provavelmente tem um senso da diferença entre cocô normal e algo mais preocupante. A diarreia persistente, fezes endurecidas e o esticamento podem ser sintomas de doença.

Se algo o preocupa quanto ás fezes do seu patudo, não hesite em chamar o veterinário. Em particular, atente para fezes pretas, alcatroadas, que podem indicar úlceras ou podem ser um sintoma de tumores de mastócitos.

Dificuldade em respirar ou defecar

8 sinais de câncer em cães que os donos os não podem ignorarUm dos sinais mais comuns e alarmantes de doença ou lesões é quando as funções corporais normais se tornam trabalhosas ou dolorosas. Se o seu cachorro está tendo dificuldade em respirar, esforçando-se para ir ao banheiro, ou de outra forma parece ser desconfortável no decorrer das atividades normais, não hesite em visitar um veterinário. Súbito desconforto extremo ou dor são importantes sinais de alerta.

Qualquer doença é assustadora, principalmente quando é detectada em pessoas ou animais por quem temos um imenso sentimento. Mas não desespere! Os caninos hoje em dia vivem muito mais do que seus antepassados, o que quer dizer que em termos médicos estamos cada vez melhores. Aos 10 anos de idade, muitas doenças começam a revelar-se, por isso, convêm que você faça consultas regulares com seu peludinho, antes dessa idade.

Via: Histórias com Valor.

você pode gostar também
Comentários
Loading...