Vídeo mostra como a violência contra a mulher começa nas pequenas coisas

O vídeo narrado por uma garota que ainda não nasceu, faz um apelo a seu pai para combater a violência contra a mulher.
 

A mensagem é impactante e mostra varias atitudes machistas que muitas vezes são levadas como brincadeira de menino.

A garota narra também como essas atitudes podem ser combatidas para, lá na frente, não desencadearem coisas piores.

Vídeo mostra como a violência contra a mulher começa nas pequenas coisas

“Porque eu vou nascer uma garota. O que significa que aos 14 anos, os garotos da minha sala vão me chamar de puta, vadia, vaca, e um monte de outras coisas só por diversão, é claro. Coisas que homens fazem. Então você não vai se preocupar. E eu entendo isso, pois talvez você também tenha feito isso quando jovem, tentando impressionar outros meninos.”

Ela passa a compartilhar como outro garoto tentará colocar a mão nas suas calças enquanto ela estava bêbada aos 16 anos.

Mais tarde, conta que será estuprada por um amigo da família aos 21 anos.

Vídeo mostra como a violência contra a mulher começa nas pequenas coisas

Quando adulta, se encontra em um relacionamento abusivo e embora saiba que as coisas não deveriam ser daquele jeito, duvida de si mesma até que é agredida fisicamente por seu companheiro.

Vídeo mostra como a violência contra a mulher começa nas pequenas coisas

“Então, querido papai, este é o favor que quero lhe pedir. Uma coisa sempre leva a outra. Então, por favor, não deixe que tudo isso comece. Não deixe meus irmãos chamarem garotas de putas. Que um dia algum garotinho pode começar a acreditar nisso.”

Confira o vídeo:

Não se esqueça de ativar as legendas em português.

“Querido papai. Eu sei que você vai me proteger de leões, tigres, armas, carros e até sushi antes mesmo que eu pense sobre o perigo de todas essas coisas. Eu vou nascer uma garota, portanto faça tudo o que você puder para que isto não seja o maior perigo de todos.“

Vídeo mostra como a violência contra a mulher começa nas pequenas coisas

O vídeo não tem intenção de envergonhar os homens e sim conscientizá-los

A garota do vídeo solicita ao pai: “pare antes que tenha a chance de começar.”

Portanto, se atitudes machistas são aprendidas cedo, o respeito pelas mulheres e meninas também pode ser.

A mensagem é forte, porém muito importante. Compartilhe com os seus amigos!

Fonte: hypeness.com.br, huffingtonpost.ca, Awebic

Comentários