Como eliminar a congestão nasal em poucos minutos

As mudanças climáticas e a queda de temperatura são causas comuns da congestão nasal, o popular “nariz entupido”.

O que isso significa?

Que a passagem do ar pelas vias nasais fica bastante comprometida.

A situação é tão desconfortável que prejudica até na hora de comer e sentir o sabor dos alimentos.

Essa congestão nasal nada mais é que a inflamação das membranas que revestem o nariz.

Trata-se de um sintoma, e não de uma doença.

E é uma inflamação, e não uma simples acumulação de muco, como muitos pensam.

Gripe, sinusite aguda ou resfriados acompanham a inflamação, que produz uma abundante produção de muco.

Geralmente o problema dura uma semana, mas pode ser mais demorado se você sofre com rinite alérgica ou problemas respiratórios.

O congestão nasal costuma vir acompanhada de:

  • 1. Sensibilidade na garganta
  • 2. Fadiga
  • 3. Dores de cabeça
  • 4. Ouvidos fechados

Para prevenir o problema, procure:

  • – Consumir vitamina C
  • – Beber bastante água
  • – Não fumar
  • – Não beber leite de vaca nem consumir derivados
  • – Evitar lugares úmidos e empoeirados

Além dessas dicas, você pode combater a congestão nasal com estes exercícios, que funcionam na maioria das vezes:

EXERCÍCIO 1

  • Sente numa cadeira, com a coluna reta e incline levemente a cabeça para trás.
  • Em todo o momento a boca deve permanecer fechada.
  • Procure respirar pelo nariz, mas se não conseguir, abra levemente a boca.
  • Respire e feche a boca imediatamente.
  • Feche as narinas com os dedos e segure a respiração.
  • Suavemente comece a inclinar a cabeça para frente e para trás (tente tocar o peito com o queixo e depois jogue a cabeça para trás de forma que ela se aproxime o máximo possível da coluna).
  • Continue segurando a respiração, nariz e boca fechados, e prossiga movimentando a cabeça para a frente e para trás.

A ideia é que você segure a respiração até não aguentar mais e ao mesmo tempo faça com a cabeça o movimento descrito.

  • Quando não mais aguentar, destape as narinas e respire pelo nariz, mantendo a boca fechada.
  • Faça uma respiração profunda até encher os pulmões.
  • Depois passe a respirar normal e tranquilamente apenas pelo nariz.
  • Continue sentado, relaxado e respirando somente pelo nariz ao menos por mais dois minutos.

Se o quadro de congestão for severo, talvez seja necessário repetir tudo mais uma vez.

EXERCÍCIO 2

  • Tape as narinas com os dedos.
  • Feche a boca totalmente.
  • Enquanto você estiver segurando a respiração, caminhe rapidamente e tente dar uns 30 passos (ou o que for possível).
  • Você sentira a necessidade de uma grande tomada/inspiração de ar, mas não faça isso, segure a respiração.
  • Sente-se com a coluna reta e destape o nariz, respirando tranquila e pausadamente.
  • Não faça uma inspiração/expiração profunda, ainda que a vontade seja grande.
  • Sua boca deve continuar fechada.
  • Faça uma inalação pequena e procure relaxar todos os músculos do corpo.
  • Isso deve durar uns 2 minutos.

É normal que você tenha uma respiração um pouco mais acelerada durante esse tempo.

Procure realizar uma respiração mais pelo diafragma para obter melhores resultados.

EXERCÍCIO 3

  • Encha uma bacia ou cuba de inox com água morna (mais ou menos 5 litros) e adicione 100 ml de água oxigenada de 10 volumes.
  • Depois, mergulhe a cabeça várias vezes, com a boca e os olhos fechados, e exale o ar pelo nariz fazendo bolhinhas.
  • Não há complicação.

O segredo são as bolhinhas.

Você expele o ar pelo nariz, com a cabeça imersa na água e, durante o processo, produz bolhas.

Dessa forma, você faz a mistura (oxigénio) circular pelo nariz e vias aéreas.

Cansou?

Tire a cabeça da água e repita a operação.

Faça isso várias vezes.

Se você tem sensibilidade nos ouvidos e for fazer esse tratamento, use um protetor auditivo.

Não é para inalar a água.

O texto original fala em ” blowing air out of his nose to get the mixture circulating”, ou seja, “soltar o ar para fora do nariz para conseguir a circulação da mistura”.

É claro que “soltar o ar para fora do nariz” é expelir o ar e, nesse processo, serão produzidas bolhinhas.

Quando fazemos isso (nós já fizemos), cansamos.

Então tiramos a cabeça da água, descansamos um pouco e repetimos o processo.

IMPORTANTE!

Esses três exercícios não devem ser feitos por pessoas com doenças cardíacas.

Na dúvida, converse com seu médico antes.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Comentários