Cão à beira da morte luta até ao fim para levar dona ao altar

Vencer os desafios da vida nos torna mais fortes, dá-nos a sensação de sermos invencíveis. Não que o sejamos, mas pelo menos sentimos que somos capazes de ir até ao fim com nossas próprias forças, lutando contra as adversidades e nos superando dia para dia.

Cão à beira da morte luta até ao fim para levar dona ao altar

Charlie Bear é um patudo de 15 anos, aproximadamente 105 anos na vida de cachorro. Ele lutou contra um tumor cerebral e viveu o suficiente para ver sua dona se casar.

A noiva Kelly O’Connell, conheceu o animal, quando ele tinha cerca de 12 semanas de vida. Depois de ser abandonado em um carrinho de compras, ele foi levado ao abrigo de animais, onde Kelly trabalhava enquanto estudava para ser veterinária e foi ali que aconteceu o amor à primeira vista.

Cão à beira da morte luta até ao fim para levar dona ao altar

Kelly tinha apenas 19 anos quando conheceu Charlie. Ela não procurava um animal de estimação, pois ela ainda vivia com seus pais, andava na faculdade e nessa fase de sua vida não tinha tempo para ela muito menos para um cachorro.

Foi aí que ela pensou: “Ele apareceu, então eu vou levar esse filhote para casa”. Viraram melhores amigos, cresceram juntos e se mudaram de Nova Iorque para o Colorado.

Em 2010, Kelly conheceu outro veterinário, James Garvin, se apaixonou e se mudou com ele e seus dois filhos. “Charlie tinha tudo que queria, mas eu não podia oferecer uma família a ele. Quando conheci James e os garotos, foi a última coisa que faltava, nós éramos uma família grande e feliz.

Cão à beira da morte luta até ao fim para levar dona ao altar

Foi diagnosticado um tumor cerebral a Charlie, em Abril de 2016, enquanto passeava. Sua situação não era boa!

Uma semana antes do casamento, Charlie teve 5 convulsões e parecia estar sofrendo muito. De corações destroçados, Kelly e o noivo decidiram colocar fim em seu sofrimento.

Cão à beira da morte luta até ao fim para levar dona ao altar

Inacreditavelmente, o velho amigo de Kelly não teve mais nenhuma convulsão, nem qualquer problema para andar e parecia um cão completamente novo. Foi quando todos perceberam o esforço que Charlie fazia para se demonstrar bem, para estar presente no casamento de sua amiga de longa data.

Cão à beira da morte luta até ao fim para levar dona ao altar

Kelly e James se casaram no dia 1 de Setembro e contaram com a presença de Charlie e um dos seus outros 5 cachorros na cerimónia. “Foi impossível não chorar quando Charlie andou na minha direção”, disse O’ Connell.

Charlie estava cansado demais para andar de volta. Foi quando Katie Lloyd, uma das madrinhas de honra e irmã da noiva, carregou o ser vivo de 37 kg em seus braços, de volta para descansar um pouco.

Cão à beira da morte luta até ao fim para levar dona ao altar

“Ele aguentou até o último instante para poder me ver casar. Eu consegui ver o quão feliz ele estava, literalmente sorrindo”, disse O’ Connell.

Charlie faleceu pacificamente em casa, na frente da lareira rodeado por sua enorme família.

Para O’Connell, lembrar que Charlie esteve presente em seu casamento e ter suas fotos para lembrar dele, significa tudo pra ela. “Foram 15 anos fenomenais.”

Cão à beira da morte luta até ao fim para levar dona ao altar

Nem sempre o que mais importa é o tempo mas sim a intensidade das vivências! Nesse caso, Kelly e Charlie tiveram a sorte de partilharem não só experiências intensas, mas também de as prolongar durante um longo período de tempo.

Compartilhe esse amor incondicional entre Kelly e Charlie e espalhe um pouco de esperança aos donos que vêm seus animais sofrer no final de suas vidas.

Comentários